Sinais de diabetes: quais são os sintomas da doença e como funciona o tratamento?


Você sabe reconhecer os sinais da diabetes? Essa doença vem aparecendo com cada vez mais frequência entre os brasileiros. A partir de seu diagnóstico, serão necessárias mudanças significativas na rotina do paciente, exigindo grande controle de alimentação entre outros fatores. Tanto o portador quanto seus familiares deverão buscar orientação e ajuda para que se tenha a melhor qualidade de vida possível.

Viemos explicar como a Diabetes Mellitus funciona e quais são os sinais de diabetes para que você possa entender e, assim, prevenir ou tratar o quanto antes:

O que é a diabetes

A maior parte dos alimentos que ingerimos contém algum tipo de açúcar. Quando o ingerimos, ele se transforma em glicose no organismo, o que é uma das principais fontes de energia para o corpo.

Para que a glicose seja absorvida, liberamos um hormônio que se chama insulina, produzido pelo pâncreas. Esse hormônio quebra as moléculas de glicose e as transforma em energia. Assim, todas as células podem funcionar e exercer suas funções específicas.

Quando não há insulina ou ela se encontra em pouca quantidade, o açúcar não é processado, acabando por se transformar em outras substâncias, como gordura e músculo, ou ficando depositado no organismo. Há vários tipos de diabetes, e o que as classifica dessa é a alta concentração de glicose no sangue.

Tipos mais comuns

Diabetes tipo 1

Nela a produção de insulina é muito baixa, o sistema imunológico ataca as células que produzem esse hormônio por não reconhecerem como sendo da pessoa. Ela aparece em cerca de 5 a 10% em que a diabetes é diagnosticada.

Quem tem diabetes do tipo 1 precisa injetar insulina diariamente para manter os níveis normais de açúcar no sangue. É mais comum aparecer em crianças, adolescentes e jovens.

Diabetes do tipo 2

Quem tem diabetes do tipo 2 produz insulina, mas o corpo não a processa nem a utiliza corretamente. Pode acontecer também de o organismo não produzir o hormônio na quantidade que o corpo necessita.

Os níveis de glicose são controlados por medicamentos ministrados via oral. É comum ocorrer em pessoas com mais de 40 anos.

Diabetes gestacional

Aparece durante a gravidez, geralmente devido ao excesso de peso que a mãe ganha.

Diabetes associada a outros fatores

A diabetes pode aparecer em decorrência de outras doenças, como pancreatite e fibrose cística, ou por uso de alguns medicamentos, como corticoides e contraceptivos.

Sinais de diabetes

A pessoa tem muita sede e, por isso, bebe muita água e urina com frequência. Pode também sentir mais fome, ter impotência sexual, apresentar infecções por fungos nas unhas e na pele. É comum o aparecimento de feridas que demoram para cicatrizar, distúrbios renais e problemas cardíacos.

Prevenção

O tratamento exige que a pessoa tenha uma rotina adequada, use os medicamentos na hora certa e tenha um rigoroso controle alimentar. É essencial o acompanhamento com médico e nutricionista. Faça exercícios regularmente, pois eles ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue.

Fumar pode ser um problema, visto que o cigarro causa estreitamento dos vasos sanguíneos e a diabetes já os compromete o suficiente. Lembre-se de não se automedicar. Alguns medicamentos podem aumentar os níveis de glicose no sangue.

Se estiver apresentando sinais de diabetes ou tenha casos da doença na família, procure um médico. Ele vai instruir melhor sobre exames e tratamentos.

Além disso, se a doença já vem restringindo as atividades de seu portador, é possível conseguir melhorar o cotidiano, tanto para o paciente quanto para seus familiares. Isso ocorre por meio de aparelhos e demais recursos que adaptam as rotinas para a uma maior qualidade no dia a dia, como medidores de glicose e pressão, colchões e camas anatômicos, cadeiras e demais itens necessários.

Quer saber tudo sobre como melhorar a qualidade de vida de alguém com diabetes? Curta nossa página do Facebook e fique ligado nas nossas atualizações!

Compartilhe nossos Artigos!

Victória Régia

Empresa com mais de 28 anos de experiência no segmento nosso intuito é ajudar da melhor forma possível com dicas, noticias e cuidados. Trabalhando assim em prol da saúde tanto do paciente como da família e sociedade.

Victória Régia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *