Como escolher o melhor colchão para idosos?


Antes de escolher um colchão para idosos, alguns aspectos essenciais para a saúde deles devem ser levados em consideração. Assim, será possível definir o melhor e mais adequado equipamento de descanso e repouso, sobretudo por conta das necessidades e das condições de cada um.

Um colchão adequado às características do idoso, confortável e de qualidade, além de minimizar algumas adversidades, colabora para boas noites de sono e ajuda a melhorar a qualidade de vida na terceira idade.

Por isso, neste post vamos mostrar como escolher o melhor colchão para idosos e explicar o tipo mais recomendado para cada situação. Confira!

Ortopédico

Os colchões ortopédicos, mais anatômicos, são ideais para idosos com problemas na coluna, como hérnia de disco, lordose, escoliose, dores nas costas, incômodos causados pelo nervo ciático ou complicações posturais.

O formato desse tipo de colchão ajuda a relaxar as articulações e diminui a pressão sobre elas durante a noite, pois distribui e acomoda o peso do corpo por toda a cama.

Pneumático

O colchão pneumático é o mais recomendado para idosos acamados ou imobilizados, que ficam muito tempo em uma mesma posição. Essa condição acaba interrompendo a circulação sanguínea em determinadas partes do corpo e pode ocasionar o surgimento de escaras ou úlceras de pressão.

Para evitar isso, esses colchões têm células individualizadas de pressão, que estimulam a circulação do sangue através de massagens de baixa intensidade reguladas por um compressor de ar, aliviando a pressão excessiva sobre essas áreas.

Casca/caixa de ovo

Esse tipo de colchão tem a mesma finalidade do pneumático, evitar a formação de escaras, porém é muito mais barato. Ele tem buraquinhos na espuma para permitir que a pele do idoso respire com mais facilidade e ondulações semelhantes às das caixas de ovos do mercado para amenizar a criação de zonas de pressão na pele.

Esse colchonete não substitui o colchão convencional, mas deve ser colocado sobre ele. E também deve ser lavado e trocado com certa frequência, pois o suor e os restos de pele morta que ficam depositados na superfície podem contribuir para o surgimento de infecções cutâneas.

Inflável

O colchão inflável desempenha o mesmo papel do caixa de ovo, mas é fabricado em PVC. Por isso, é muito mais prático e higiênico, por ser totalmente lavável, reduzindo bastante as chances do aparecimento de escaras e infecções.

Este tipo é ideal para idosos acamados por apenas um certo período, como em caso de pós-operatórios, dores musculares ou problemas de circulação.

Respirável

O colchão respirável tem furos, de sua base ao topo, ou células abertas para que o ar circule facilmente dentro dele durante a noite, evitando o calor excessivo em dias quentes ou uma maior rigidez em noites frias. Assim, ele consegue reduzir a sobrecarga e dores musculares e nas articulações enquanto os idosos dormem.

Espuma viscoelástica

Em formato de caixa de ovo ou respirável, o colchão de espuma viscoelástica se diferencia justamente pela maciez e pela adaptação da espuma ao entorno do corpo do idoso, proporcionando maior conforto e bem-estar, além de eliminar os pontos de pressão durante o descanso.

Esse tipo de espuma também promove um efeito calmante nos músculos e nas articulações, além de produzir uma sensação de flutuação e leveza ao corpo durante o sono. No calor, esse material se dilata, tornando-se ainda mais elástico, para evitar o aumento da temperatura corporal.

Como escolher o melhor colchão para idosos

Agora que você já conhece os principais tipos de colchão e os mais recomendados para cada situação, como escolher o melhor?

Sabemos que os idosos têm necessidades e limitações diversas. Por isso, converse com seu médico e pesquise com calma para fazer a escolha correta do melhor colchão.

O mais recomendado é testar os colchões e verificar qual modelo é mais adequado a variadas posições, analisar seu conforto, densidade, amortecimento e acabamento, além de verificar se possui suportes de apoio para pescoço, pernas e costas, conforme a necessidade de quem o utilizará.

Gostou do nosso post? Ainda tem alguma dúvida sobre colchão para idosos ou quer saber mais sobre como melhorar a qualidade de vida das pessoas da terceira idade? Então, curta nossa página no Facebook!

 

Se preferir, aproveite as dicas acima para escolher entre uma de nossas opções:

O colchão de ar é feito em plástico PVC que não deforma, suporta até 130 kg e é lavável.

Clique aqui e descubra mais sobre este produto.

colchao-de-ar-caixa-de-ovo-ag-flexiconfort-aberto-300x300 Como escolher o melhor colchão para idosos?

Colchão de ar caixa de ovo AG Flexiconfort aberto

Compartilhe nossos Artigos!

Victória Régia

Empresa com mais de 28 anos de experiência no segmento nosso intuito é ajudar da melhor forma possível com dicas, noticias e cuidados. Trabalhando assim em prol da saúde tanto do paciente como da família e sociedade.

Victória Régia

M  Maria Silma Gomes de Souza     24 de janeiro de 2018 às 10:55

Mamãe tem 94 anos. Mt saudável. Agora preciso trocar o colchão dela e aproveitar e trocar o meu tb porque ela apareceu com dotes nas costas.amei o post. Obrigada


    <  Victória Régia     24 de janeiro de 2018 às 11:12

    Nós agradecemos. Em caso de outras duvidas pode entrar em contato. Ficamos felizes em ajudar.


  • Pingback: 6 dicas para economizar na compra de fraldas geriátricas - Blog Victória Régia Materiais Médicos

  • Pingback: Como tomar conta de idosos durante a noite | Viver Sem Vergonha


  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *