4 alimentos indispensáveis para a saúde de idosos


O cuidado com a alimentação é extremamente importante ao longo da vida, mas é algo fundamental quando se chega à terceira idade. Essa preocupação com a dieta é, muitas vezes, o que garante a longevidade e a saúde de idosos.

Desse modo, os alimentos presentes na dieta após certa idade devem ter a atenção redobrada, uma vez que há uma significativa alteração no metabolismo do indivíduo. Nessa fase da vida, são características comuns a pessoas mais velhas o maior índice de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, além de lentidão no processo digestivo e diminuição do apetite.

Pensando nisso, separamos 4 alimentos indispensáveis na dieta para promover a saúde de idosos. Confira!

1. Alimentos integrais

A presença de alimentos integrais na dieta de idosos é de grande importância, sobretudo, em indivíduos diabéticos. A quebra dos carboidratos presentes nesses alimentos ocorre de forma lenta e gradativa, o que é bastante vantajoso para o controle da glicemia.

Outra grande vantagem obtida por meio do consumo de alimentos integrais é a presença de fibras. Com a diminuição da taxa metabólica e a progressiva lentidão do processo digestivo durante a velhice, é interessante manter uma dieta rica em fibras. Estas ajudam a dar maior consistência às fezes, o que favorece o bom funcionamento intestinal.

São bons exemplos de alimentos integrais os pães, as massas, a farinha, o arroz e a aveia.

2. Frutas

Em qualquer idade, a ingestão diária de, pelo menos, dois tipos de frutas diferentes no cardápio é muito recomendada. Para os idosos não é diferente, pois a necessidade de se manterem nutridos e de evitarem avitaminoses é até mais alta do que em outras faixas etárias.

Outra grande importância da ingestão de frutas é a presença de antioxidantes, que são fundamentais na prevenção do câncer. Um exemplo de antioxidante é a vitamina C, presente na laranja e no mamão. Existe ainda o fato de que muitas frutas são ricas em fibras, as quais, como dito anteriormente, favorecem o bom funcionamento intestinal.

3. Leite e derivados

É comum que idosos tenham problemas relacionados à fraqueza nos ossos, como a osteoporose. Essa doença se apresenta mais frequentemente nas mulheres, uma vez que, após a menopausa, há uma diminuição considerável da produção de estrógeno, hormônio que, dentre outras funções, participa da fixação de cálcio nos ossos.

Dessa forma, o leite e seus derivados devem constar na dieta dos idosos, além de outros alimentos que sejam fonte de cálcio, como vegetais folhosos e soja. O maior aporte desse mineral pode prevenir ou mesmo ajudar a frear o avanço da osteoporose.

4. Chás

A ingestão de chás é extremamente recomendável a indivíduos na terceira idade. Além das diversas funções terapêuticas de cada tipo de chá, o hábito de consumir essa bebida ajuda a diminuir a retenção de líquidos, visto que a maioria dos chás possui propriedades diuréticas.

Além disso, a hidratação é fundamental para a boa saúde de idosos. É comum que pessoas mais velhas percam o prazer de beber água ou deixem de bebê-la com frequência. Logo, incentivá-las a tomar chás pode ser interessante no sentido de manter sua hidratação corporal.

A alimentação do idoso é muito importante não só para o aumento de sua longevidade, mas também para a manutenção do seu bem-estar e da sua autonomia ao longo dessa fase da vida. Portanto, para preservar a saúde de idosos, vale a pena se preocupar com uma dieta mais nutritiva.

Se você gostou das nossas dicas, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de outras dicas indispensáveis para cuidar da sua saúde e de quem você ama!

Compartilhe nossos Artigos!

Victória Régia

Empresa com mais de 28 anos de experiência no segmento nosso intuito é ajudar da melhor forma possível com dicas, noticias e cuidados. Trabalhando assim em prol da saúde tanto do paciente como da família e sociedade.

Victória Régia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *