4 cuidados ao fazer inaloterapia em casa


Chega um momento na vida em que é preciso retribuir a mesma dedicação que os nossos pais ou avós sempre nos dedicaram. Entre os cuidados aos nossos entes queridos, fazer a inaloterapia em casa seguindo as melhores práticas pode significar saúde e bem-estar a quem tanto amamos.

Este post é para você que entende que a qualidade da respiração é fundamental para uma boa qualidade de vida, principalmente para os idosos. Confira!

O que é inaloterapia?

Recomendada para adultos e crianças com problemas respiratórios, a inaloterapia é um método terapêutico que procura manter a umidade adequada das vias aéreas para o apropriado funcionamento da respiração.

A fluidificação das vias aéreas facilita a mobilização de secreções, permite a administração de medicamentos como broncodilatadores e os mucolíticos, além de suplementar o oxigênio.

Nos idosos, ocorre a gradativa redução da capacidade de expansão da caixa torácica, reduzindo a superfície de troca gasosa e tornando a respiração menos eficiente.

Como fazer inaloterapia em casa?

Conheça os tipos de inalação

Existem, basicamente, dois tipos de inalação.

não invasiva: é realizada utilizando uma máscara inalatória;
invasiva: requer maiores cuidados e treinamento. É administrada em pacientes entubados ou traqueostomizados por meio de um conector específico.
O primeiro passo é identificar o tipo de inalação necessário e se atentar aos procedimentos específicos para cada uma. Caso você não se sinta seguro para realizar a inaloterapia invasiva, não coloque a vida do paciente em risco: conte com a ajuda de um profissional da área de saúde.

Identifique os itens necessários para a inaloterapia

Mesmo em casa, o tratamento requer equipamentos de boa qualidade, como:

bandejas: utilizadas para organizar os materiais quando eles não estiverem sendo utilizados;
luvas de procedimento: fundamentais em todos os procedimentos de cuidados à saúde;
papel toalha: enquanto as luvas protegem as mãos, o papel serve para limpar o paciente e os excessos nos equipamentos;
regulador de pressão: garante a segurança regulando os produtos presentes no inalador;
inalador completo: equipamento fundamental no processo, é o responsável por inalar os medicamentos;
fluxômetro: mede a vazão e indica o fluxo das substâncias envolvidas no tratamento;
soro fisiológico ou água e os medicamentos indicados.
Prepare o ambiente

A administração da inaloterapia pode ser realizada com ar comprimido ou oxigênio, conforme a indicação médica. Antes de começar, siga os seguintes procedimentos para preparar o ambiente:

higienize as mãos com álcool gel;
verifique a prescrição e reuna o material ao lado do paciente;
preencha o reservatório do inalador com o soro fisiológico 0,09%;
oriente e tranquilize quem irá receber a inalação;
coloque o paciente em “fowler” — posição semi sentada;
monte o sistema, conectando o inalador ao oxigênio ou ar comprimido por meio do fluxômetro, regulando-o;
coloque delicadamente a máscara no paciente, que deve respirar suavemente;
mantenha a nebulização/inalação pelo tempo indicado;
recolha, limpe e guarde o material;
proceda à higienização das mãos e dos materiais.
No método invasivo, após posicionar o paciente, utiliza-se o tubo T, que deve ser instalado na saída do inalador e conectado no tubo do paciente. Após o conector MDI (ou tubo T) ser desconectado do inalador, instalar o filtro bacteriológico e reconectar rapidamente ao paciente.

Higienize os equipamentos

Antes e após a inalação, é obrigatório lavar os materiais com sabão ou detergente neutro e desinfetar com água sanitária ou ainda germicidas encontrados em farmácias.

A proporção a ser utilizada é de duas colheres de sopa de vinagre — ou uma colher para água sanitária — para cada litro de água, e deixar em um recipiente plástico por 20 minutos. No gabinete, passe somente um pano úmido com qualquer uma dessas soluções e secar o reservatório do inalador e os acessórios com papel toalha.

Não se esqueça: todo tratamento deve ser efetuado mediante prescrição médica. O amor e gratidão que sentimos são mostrados nos gestos de carinho e na atenção à saúde que demonstramos quando os entes amados mais precisam de nossa dedicação!

Gostou de saber como fazer inaloterapia em casa e quer se preparar para realizar o procedimento?

Aproveite as dicas acima para escolher o melhor inalador para você.

O inalador e nebulizador MD 1000 da Medicate é perfeito para asma, bronquite e outras doenças respiratórias.

Clique aqui para descobrir mais sobre este produto

inalador-nebulizador-md-1000-medicate-300x300 4 cuidados ao fazer inaloterapia em casa

Inalador nebulizador MD 1000 Medicate

Compartilhe nossos Artigos!

Victória Régia

Empresa com mais de 28 anos de experiência no segmento nosso intuito é ajudar da melhor forma possível com dicas, noticias e cuidados. Trabalhando assim em prol da saúde tanto do paciente como da família e sociedade.

Victória Régia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *